Coleiro ou Papa Capim


Descrição:
 Os Sporophilas Caerulescens, chamado também de Papa-capim, ou Coleirinho é a espécie mais comum de se encontrar em todo Brasil. Pode-se ver estas aves em lugares abertos, onde tenha bastante bastante sementinhas, que é sua comida prediléta. O Papa-capim é diferente do Coleirinho. O Papa-capim tem o corpo com uma coloração verde e sua cabeça acima do pescoço é totalmente negra. O filhote macho nasce da coloração de uma fêmea. Depois ele vai mudando sua cor aos poucos. O Papa-capim tem um peito de coloração amarela ou branca.

 O Coleirinho como o próprio nome já diz tem uma coleira abaixo de seu pescoço que é preta, e tem as mesmas características do Papa-Capim. Devido ao seu canto maravilhoso ele encantou passarinheiros de todo o país, sendo valorizado pelo seu canto que varia entre:

Cantos:
 Tuí-Tuí - É o canto mais bonito. O pássaro só pode cantar deste jeito se for criado em casa e com um CD, ou um macho ensinando o filhote a cantar. Para que cante corretamente é aconselhavel deixar o dia todo.
Escultar Canto:  
Baixar Canto: Baixar

 Canto normal - Este é o canto que o pássaro já nasce. São vários tipos de cantos normais. E como sempre, o canto mais bonito é mais valorizado pelo passarinheiro.

Coleiro Macho Coleiro Fêmea Alimentação: 
 A comida favorita do Papa-capim são sementinhas que podemos encontrar facilmente em matagais. A ave em cativeiro pode comer: O tradicional alpiste. Ninger. Vitaminas. Areia vitaminada. É aconselhavel que coloque um "osso de baleia". O osso de baleia é um objeto que você coloca dentro da gaiola para que seu pássaro possa afinar o bico e ganhar bastante força.

Como criar? 
 É a espécie mais fácil de se cuidar, desde que tenha bastante cuidado. Primeiramente ele precisará ter uma licença do Ibama e para saber mais é so acessar o site. Depois compre uma gaiola do jeito que você preferir. Recomendo que seja toda de madeira. Compre todas as rações que citei acima. Depois disso você só vai precisar cuidar dele todos os dias. Papa-capim macho

Reprodução: 
 Sua época de reprodução é em agosto e fevereiro. O acasalamento em cativeiro pode ocorrer facilmente, desde que o casal seja colocado em enormes viveiros. Algum tipo de árvore deve ser colocado dentro do viveiro e no meio o ninho. A fêmea bota em torno de 2 ovos. Existem vários tipos de ninho, mais prefiro o de cordas. Os filhotes devem ficar com os pais por mais ou menos 40 dias. Depois disso pode separar eles, colocando cada um em uma gaiola, mais se preferir pode deixar o macho e a fêmea juntos. Depois vem a difícil fase de ensinar o filhote a cantar o Tuí-Tuí. Para isso não deixe seu filhote perto de um macho que cante o canto normal.

0 comentários:

Postar um comentário